Saiba

O que é PEBOLIM?


É um jogo que simula o futebol em uma mesa. 

Pode ser jogado por 2 ou 4 pessoas ao mesmo tempo.

Composta de 8 barras de ferro com 22 bonecos (jogadores) aparafusados, 11 para cada time como no futebol.

As pessoas seguram as barras de ferro com bonecos aparafusados e tentam controlar uma bolinha até o gol do time adversário.

Vence a partida quem marcar um determinado número de gols primeiro, ex.: 5, 10 ou mais gols.

Os ferros podem ser EMBUTIDO que oferece segurança para crianças ou PASSANTE que oferece mais precisão nas jogadas.



FORMAÇÃO

Os bonecos são distribuídos nas barras  em 2 tipos de formação: 1-3-4-3 ou 1-2-5-3. 

A formação 1-3-4-3 (1) goleiro (3) zagueiros (4) meio-campo (3) atacantes

é mais comum em mesas recreacionais normalmente montadas com ferro embutido.

O ferro embutido, oferece mais segurança onde há crianças por não atravessar para o outro lado da mesa.

A FORMAÇÃO OFICIAL  é a 1-2-5-3,  

(1) goleiro (2) zagueiros (5) meio-campo (3) atacantes, veja imagem abaixo.

Mesa de Pebolim


 
A HISTÓRIA

Não existe uma documentação que comprove a real História do Pebolim.

Inclusive os Alemães reivindicam que Broto Wachter comercializou a primeira mesa na década de 30

Porém a história mais comum é a de que  Alejandro Finisterre seja o "pai" do Pebolim.

Em 1936 quando ainda jovem se feriu gravemente durante a guerra civil espanhola e precisou ser hospitalizado.

Resultado de imagem para alejandro finisterre

Nesse hospital em Montserrat haviam muitos outros jovens feridos que haviam perdido suas pernas.

Apaixonado por futebol,  se inspirou na ideia do "tênis de mesa"  para criar o "futebol de mesa"

 e assim nasceu o PEBOLIM, batizado então de FUTBOLIM na Espanha.

Chegou no Brasil na década de 50 em São Paulo e teve seu nome adotado como PEBOLIM.

Rapidamente se alastrou por outros estados e acabou ganhando outros nomes.



ATUALMENTE



Hoje em dia as mesas tem barras de aço muito resistentes e algumas oferecem até placar eletrônico.

Além de jogo, é também um esporte profissional disputado em muitos países através da Federação Internacional (ITSF)

Na Europa são organizados Campeonatos Mundiais e Copa do Mundo com mais de 75 países participando atualmente.

Cada país adota um nome diferente, a Federação Internacional utiliza o nome TABLE SOCCER ou, "Futebol de mesa" em Português.

Disponíveis em diversos preços, modelos e fabricantes, hoje em dia praticamente qualquer pessoa pode ter acesso a uma mesa.

Encontrada facilmente em escolas, condomínios, Buffets, áreas de recreação de empresas, salas de jogos, etc.



NOMES

No Brasil, Futebol de Mesa é o nome oficial de outro jogo conhecido também como Futebol de Botão, não confunda os nomes.

Do Rio de Janeiro para o Norte é conhecido como Totó e no Sul é conhecido como Fla Flu.

Conheça outros nomes:

Brasil: Pebolim, Totó, Fla-Flu, Pacau,
Portugal: Matraquilhos, Matrecos
Argentina: Metegol
Uruguai: Futbolito
EUA: Foosball
Alemanha: Kicker
Itália: Calcio Balila
França: Baby-Foot
Espanha: Futbolim



BENEFÍCIOS

Diversão
Em primeiro lugar, pois onde há uma mesa, há pessoas rindo e se divertindo.
Principalmente porque pontos são marcados a todo momento, 
 a recompensa, ou seja, um gol marcado, acontece em poucos segundos de jogo.


Entretenimento Familiar
Na era do vídeo game, os pais querem mais que seus filhos saiam da frente se seus aparatos eletrônicos e façam alguma atividade.
Nada melhor que uma mesa de Pebolim em casa para uma bela disputa, seja entre pais e filhos, familiares e amigos.
Todos estarão em pé, frente a frente,  se comunicando e interagindo pessoalmente ao invés de virtualmente.


Inclusão Social
Pebolim é um jogo para todos, sem distinções,
Crianças, Idosos, adultos, homens, mulheres, chefes, empregados, cadeirantes, deficientes, 
todos podem jogar juntos ou um contra o outro, não há qualquer restrição de idade.


Faz bem para a saúde
Há estudos que comprovam que ao jogar pebolim, queima-se calorias na mesma proporção de uma caminhada leve.
30 minutos por dia e já fez bem ao seu coração e ao corpo todo.
As juntas dos joelhos, pés, ombros, cotovelos, braços e pulsos estarão em constante movimento porém com baixo impacto.
Melhora a coordenação olhos-mãos, motora e entre as mãos direita e esquerda.


Não violento
Um jogo sem impacto e nem contato físico, mas adrenalina é garantida nos momentos decisivos.
Simula uma batalha ou uma luta, já que ninguém quer perder, ou sair da mesa e ceder o local para o próximo time.
O seu adversário estará sempre a pouco mais de 1 metro de distância, mas sem contato.


Preparo Físico
Para diversão não é necessário nenhum preparo especial mas
 não se espante se estiver suando nos primeiros 5 minutos.
Jogadores profissionais devem se manter em forma para competições que podem durar até 4 dias.


Trabalho em equipe
Quando jogado em duplas, requer entrosamento e cumplicidade dos jogadores.
Estratégias e jogadas ensaiadas regularmente são combinadas para atingir seus objetivos.
Esse "trabalho em equipe" aproxima pessoas que antes talvez não tivessem alguma conexão.


Espírito esportivo
Competição é algo nato do ser humano, e o desenvolvimento do espírito esportivo é fundamental para todos
Jogando Pebolim aprende-se um conjunto regras e disciplinas necessárias para a boa prática do esporte.
A malandragem e a catimba não fazem parte do jogo limpo e honesto.


Utilizado como reabilitação
Pacientes com osteoporose se beneficiam dos movimentos constantes de baixo impacto,
esse jogo ajuda a manter praticamente todas as juntas trabalhando.
Pulsos, cotovelos, ombros, quadris, joelhos e pés são exigidos o tempo o todo ao se movimentar durante uma partida
Pessoas com depressão, estresse e ansiedade, beneficiaran-se do Pebolim com um remédio auxiliar,
por ser uma atividade que exige concentração, obriga a "esquecer" dos problemas e focar no jogo para "acertar" as jogadas
Sem falar nos benefícios sociais, entre eles fazer novas amizades, viajar para conhecer novos locais, jogadores e seu diferentes estilos.


Coordenação
A coordenação motora em geral é exigida todo o tempo, e quem joga se beneficia por estar exercitando essa habilidade.
A relação entre tempo e espaço, olhos x mãos, maos direita e esquerda são alguns desses benefícios.
Por trabalhar as duas mãos ao mesmo tempo exercita os dois lados do hemisférios do cérebro
criando uma conexão cada vezmais saudável e hábil entre eles.


Fácil de aprender
É um jogo que não precisa de manual, qualquer pessoa em uma mesa "entende" na hora, do que se trata e, o que dever ser feito.
Simplesmente controle a bolinha com seus jogadores tentando levá-la ao gol do adversário para marcar seus pontos.
Independente da técnica ou até mesmo falta dela, a cada gol a diversão é garantida.


Regras Básicas
Como todo jogo ou esporte, existem algumas regras a serem seguidas, as principais são:
1 - não pode rodar, girar ou roletar as barras
2 - não pode bater as barras na mesa para dificultar o adversário

Para regras mais complezas ou oficiais acesse:
 
www.febrape.com.br/regras


O pior que pode acontecer
1 - você se apaixonar ou ficar "viciado" como dizem vulgarmente, 
2 - sentir a o desejo de conhecer outros locais,  
3 - começar a viajar para conhecer pessoas, e diferentes estilos, 
4 - desenvolver o interesse em competir, 
5 - querer mesas cada vez mais profissionais e
6 - muito provavelmente nunca mais parar de jogar.
7 - Fazer amigos em todos os cantos do mundo ao se tornar um profissional de Pebolim.


PEBOLIM PROFISSIONAL
Sim, é esporte e há jogadorses profissionais de Pebolim,
bem como Campeonatos Mundias e Copa do Mundo.


CAMPEÃO MUNDIAL NO BRASIL

Estamos estudando patrocínio através de alguma empresa,
para convidar e trazer um dos Campeões Mundiais para fazer uma apresentação no Brasil.


Imagem relacionada

Yannick Correa é a nossa indicação, nascido em Portugal mas naturalizado em Luxemburgo, país pelo qual compete.

Entre vários títulos de campeão em diversos torneios atualmente,  talvez o mais importante seja o de Campeão Mundial da ITSF.

Ele já declarou que teria o maior prazer de vir ao Brasil para uma visita,
 principalmente por falar a nossa  língua, gostar do país e, ter vários amigos brasileiros.

Qualquer empresa interessada em contratar essa "fera" entre em contato.

Texto escrito por Clayton Fonseca.


Comments